sábado, 2 de maio de 2009

Praha (2º dia)

Seguindo o nosso plano de ir viajar sem planos, pegamos um panfleto no hostel que indicava os principais pontos de visitação e partimos pra tentar cumprir os possíveis. Aí percebi uma grande difereça com relação à Budapest: Praga é uma cidade preparada pro turismo. Todos falam inglês, há materiais de divulgação em várias línguas - até português - em todos os pontos estratégicos e o transporte público é excelente (melhor que o da Hungria). Em compensação, se paga o preço por isso: tudo é bem mais caro, e cobram pra visitar qualquer coisa. Pra ver um cemitério famoso, 300 Coroas (uns R$35); nenhum concerto por menos de 400 Coroas e pra ver qualquer museu, o mínimo é uns R$ 10. Até em algumas igrejas não é possível entrar sem desembolsar algo.

Mas quem paga o real preço disso é a população. Não tem como não deixarem transparecer sua chateação de ver a sua cidade tomada por estrangeiros e ter seu custo de vida multiplicado por causa disso. Por isso, te atendem com um tom no limite da cordialidade e às vezes até deixam um pouco a desejar.

O lugar é impregnado de história. Passar pelas ruas onde aconteceu a Primavera de Praga, por onde andou Kafka e Mozart é algo meio surreal e é impossível colocar em fotos toda essa grandiosidade e beleza. Tirei mais de 300 e vou postando aqui apenas as que melhor resumem o lugar, ao meu ver, nem que não sejam as mais bonitas.




Loreta

Cidade das cem cúpulas.

Portão da Ponte Carlos



Orloj, ou Relógio Astronômico



Aí, Kaka: a versão tcheca do nosso Toni da Gatorra

Aiesec em Praga: Itália, Brasil, Grécia e Romênia.

7 comentários:

  1. tá faltando eu numa foto contigo por essas ruelas.. tomando uma ceva e vagando livremente!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que fotos lindas.
    Sempre ouvi que Praga é um lugar lindo. Meus pais vêm me visitar em junho e vamos pra lá. Alguma dica imperdível em especial?
    Abracos

    ResponderExcluir
  3. Opa, entao temos mais um brazuca em Budapeste?? Bem vindo ao clube!! ;)

    Meu nome eh Barbara, sou da @Porto Alegre e to trabalhando no GN Board da CEE, que tem a sede em Budapeste ;)
    Entao teoricamente moro em Budapeste (desde junho do ano passado), mas nao to ai desde 22 de marco (porque viajo pelos paises da CEE em visitas de coach aos paises)... e como pelo que eu entendi do teu blog tu chegou depois de 22 de marco, ainda nao nos cruzamos por Budapeste... :P

    mas eu volto dia 15 e fico ai ate o fim de junho com certeza... entao com certeza vamos nos ver! :)

    qual teu e-mail? (o meu eh barbara.aiesec.cee@gmail.com - me escreve! :D)

    ResponderExcluir
  4. adoreeeeeeeeeeei a foto do relógio!
    haha tua cara tá "Classic"!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Bah mano, que irado tudo isso cara, em especial o "Toni da Chechênia" (hahaha), que instrumento doido cara, o mais doido que já vi... chapadera total, me lembrou muito The End, do Doors... um minuto é suficiente pro cara entrar em transe... show, show !!!

    ResponderExcluir
  6. pq na do relógio tu tá fazendo um "J" ?

    ResponderExcluir